Na última bola, Paulistano vence Mogi das Cruzes/Helbor pelo Paulista


Na última bola, Paulistano vence Mogi das Cruzes/Helbor pelo Paulista


O encontro entre Mogi das Cruzes/Helbor e Paulistano sempre reserva fortes emoções até o segundo final. Com uma bola de três do ala-pivô Lucas Dias, o time da capital levou a partida desta noite por 90 a 87. O jogo foi realizado no Ginásio Antonio Prado Júnior, onde no ano passado com uma bola do armador Vithor Lersch no estouro do cronômetro deu a vitória para os mogianos. Mais uma vez, a torcida do Mogi das Cruzes/Helbor compareceu em bom número ao ginásio.

Os destaques do Mogi das Cruzes/Helbor foram o ala Shamell Stallworth, cestinha do confronto com 31 pontos, quatro assistências e quatro rebotes, e os armadores Larry Taylor, com 20 pontos, cinco rebotes e cinco assistências, e Vithor Lersch, com 15.

“Da mesma forma que nós ganhamos o jogo com a última bola do Vithinho, hoje nós perdemos na última bola. O time mostrou um segundo tempo de recuperação ótimo, com muita intensidade, mas precisamos melhorar alguns jogadores, como é o caso do Jimmy, porque ele é importante ofensiva e defensivamente. Ganhamos o Vithinho. O Tyrone está tentando entrar no jogo dele, mas precisa ter mais volume de jogo e qualidade. O Larry e o Shamell estão fazendo a parte deles. O Caio já melhorou bastante em relação ao final da temporada passada. Mas isso faz parte. Não será uma vitória ou uma derrota que vai dizer que está tudo certo. Sabíamos que seria um jogo duro, porque enfrentamos o vice-campeão do NBB. É um campeonato duro e com isso a gente vai se preparando”, adverte o técnico Guerrinha.

Apesar da derrota, o ala Shamell Stallworth gostou do poder de reação da equipe no segundo tempo e ressalta que jogos como esse já preparam para o clima da próxima fase da competição. “Foi um bom jogo, mas correndo atrás, 16, 14 pontos não é fácil, ainda mais fora de casa. Mas foi uma reação muito boa para a gente. O jogo mostrou como vai ser nos playoffs. O clima foi de playoff, mas perder na última bola pode acontecer com qualquer time. Claro que não perdemos na última bola. É preciso ver quantas bolas nós perdemos no primeiro quarto. Quantas cestas fáceis nós erramos? Foi uma boa bola do Lucas”, destaca Shamell Stallworth.

O primeiro quarto terminou 13 a 18 para os mogianos. No segundo, o time da capital reagiu e venceu por 30 a 17. O terceiro e o quarto períodos foram favoráveis ao Mogi das Cruzes/Helbor, 23 a 25 e 24 a 27.

O próximo compromisso do Mogi das Cruzes/Helbor será na quinta (21) encara o América, em São José do Rio Preto, às 20h. O reencontro com o Hugão será no dia 24 contra o Franca, às 19h.

Por: Assessoria de Imprensa Mogi Basquete
Em 18/09/2017


Compartilhe esta notcia no Google +
Recomende esta matria pelo WhatsApp

Quem apoia o Futebol Mogiano


Futebol Café Gerenciador online de campeonatos

Instagram Futebol Mogiano

Veja mais fotos em nosso Instagram www.instagram.com/futebolmogiano