Mogi das Cruzes/Helbor renova com Guerrinha e Shamell e quer manter a base


Mogi das Cruzes/Helbor renova com Guerrinha e Shamell e quer manter a base


A diretoria do Mogi das Cruzes/Helbor anunciou na tarde desta segunda-feira a permanência de duas importantes peças da equipe para a próxima temporada: o técnico Guerrinha e ala Shamell Stallworth. O clube também está conversando com os demais jogadores e até o final da semana deve fechar outras renovações. A ideia é manter a base da equipe que foi campeã Paulista e Sul-Americana na temporada passada. De acordo com o treinador, o armador Elinho Corazza e o pivô Gerson do Espírito Santo não terão o contrato renovado.  

As permanências de Guerrinha e Shamell foram anunciadas em coletiva de imprensa no Ginásio Hugo Ramos pelo secretário de Esporte e Lazer de Mogi das Cruzes, Nilo Guimarães. “Não precisa muito para entender que o Guerrinha é um grande técnico. Não à toa, ele foi lembrado para ser o futuro técnico da seleção brasileira. É um grande nome do basquete brasileiro e aonde ele foi se tornou campeão. Na primeira oportunidade que teve em Mogi das Cruzes, de três títulos ganhou dois. Nós acompanhamos o dia a dia da equipe e estamos vendo o quanto a equipe está evoluindo”, ressalta Nilo.

Após uma estreia vitoriosa na equipe, o treinador se diz ainda mais motivado para continuar trabalhando em uma cidade que respira basquete. “Pela grandeza do time de Mogi, pela cidade, pelo basquete, pela torcida, pelo momento do projeto, pelas pessoas envolvidas. São muitas coisas boas para pensar em continuar, independente da temporada que nós fizemos. Para segunda temporada melhor ainda. Já estou adaptado, colaborei com o projeto e gostaria de colaborar muito mais ainda fora da quadra com projeto social. Acho que tem muita coisa ainda para trabalhar”, destaca Guerrinha.

Quem também vive um momento especial com a cidade é o ala Shamell Stallworth. Ele se diz totalmente adaptado a Mogi e também à filosofia de trabalho do treinador. “O que me fez ficar foi a adaptação a Mogi, os torcedores, a cidade, que é muito fanática pelo basquete, meus filhos estão gostando de Mogi também e meu compromisso que eu tenho aqui. Nos últimos três anos foi muito bom o crescimento da equipe no projeto. Esse ano não foi decepcionante para mim. Disputamos três campeonatos e ganhamos dois. Eu sinto que o trabalho tem de continuar aqui, tem uma base muito boa. Começando com os patrocinadores, a Helbor, os demais patrocinadores, o Nilo à frente do projeto e o Guerrinha. Eu fiz um bom trabalho com ele e estou bem ansioso para ficar mais uma ano trabalhando junto”, adverte o norte-americano.

Em conversa com o treinador, o clube buscará dois jogadores para repor as saídas de Elinho e Gerson.

Por: Assessoria de Imprensa Mogi Basquete
Em 22/05/2017


Compartilhe esta notcia no Google +
Recomende esta matria pelo WhatsApp

Quem apoia o Futebol Mogiano


Futebol Café Gerenciador online de campeonatos

Instagram Futebol Mogiano

Veja mais fotos em nosso Instagram www.instagram.com/futebolmogiano