Jimmy e Vithinho ficam mais uma temporada no Mogi das Cruzes/Helbor


Jimmy e Vithinho ficam mais uma temporada no Mogi das Cruzes/Helbor


A diretoria do Mogi das Cruzes/Helbor confirmou na manhã desta sexta-feira (26) as permanências de mais dois atletas para a temporada 2017/2018. O ala Jimmy Dreher e o jovem armador Vithor Lersch renovaram seus contratos e defenderão o clube por mais um ano. Além deles, o técnico Guerrinha, o ala Shamell Stallworth e o ala-pivô Tyrone Curnell também já estão confirmados na equipe.

Jimmy Dreher foi um dos atletas que mais evoluiu na temporada passada. Este será o quarto ano dele no Mogi das Cruzes/Helbor. Com a chegada do treinador ao time no ano passado, o camisa 18 conquistou a titularidade e só cresceu nas competições que disputou. Foi o ano que mais pontuou e pegou rebotes no NBB Caixa (Novo Basquete Brasil): 342 pontos e 145 rebotes. O ala teve médias de 10,4 pontos e 4,4 rebotes por partida. Jimmy participou de todos os 33 jogos do grupo na competição, com média de 30,8 minutos em quadra. “Estou feliz em permanecer na equipe. Ela está no caminho certo mantendo a base da última temporada. Fizemos uma boa campanha. Eu tive um excelente crescimento aqui em Mogi das Cruzes e não vi motivos para sair. Gosto da cidade, o clima do ginásio é muito bom e o time também. Assim como temos afinidade dentro de quadra, temos fora dela. Somos muito parceiros. Já entendi o que o Guerrinha quer, vai ser uma temporada melhor e eu posso crescer mais”, explica Jimmy.

O jovem Vithor Lersch fará a sua quinta temporada pelo Mogi das Cruzes/Helbor. Ele participou de todos os jogos no NBB, com média de 10,3 minutos por partida. Com a saída de Elinho Corazza, já anunciada pela diretoria, Vithinho deve ganhar mais tempo em quadra. Ele é uma das apostas do técnico Guerrinha para dividir a armação da equipe. “O que me fez renovar foi o projeto de Mogi, que cresce cada vez mais. Tive uma conversa com o Guerrinha, que também me motivou. Estou bem adaptado à cidade, com uma torcida que respira basquete. Mogi abraçou o basquete. Eu tenho muito para evoluir este ano e muito para a ajudar essa grande equipe. Com a base do time renovando, com ‘caras’ experientes e renomados no basquete, com certeza vamos disputar todos os títulos nas competições que entrarmos. Isso pesa bastante e estou muito motivado para a temporada”, destaca.

O técnico Guerrinha comemora a manutenção dos dois jogadores e quer explorar ainda mais as qualidades deles para obter melhores resultados na próxima temporada. “Eu acho que nós estamos dando um passo bastante certo em função de manter uma base que foi vencedora. O Jimmy e o Vithinho mesclam a juventude deles com a expectativa de evolução para a equipe. Isso é o segredo do time. Manter a experiência de alguns e a juventude de outros para misturar e dar essa química. O Jimmy evoluiu bastante na temporada, personalizando o jogo ofensivo dele, sendo um grande arremessador, com a parte de infiltração, transição ofensiva e este ano vamos desenvolver o jogo dele no poste baixo, jogando de costas para a cesta. Ele tem grande qualidade e pode fazer um trabalho interessante quando houver troca de defesa. Defensivamente é um dos melhores jogadores da Liga, com esse trabalho físico e de bastante intensidade. Já o Vithinho, a gente dando mais espaço para ele, dividindo a armação com o Larry, ele vai ter uma produção melhor e desenvolver o talento dele, fazendo uma temporada melhor. É um jogador muito talentoso e a gente quer fazer um desenvolvimento físico dele para melhorar nessa parte”, ressalta o treinador.

Por: Assessoria de Imprensa Mogi Basquete
Em 26/05/2017


Compartilhe esta notcia no Google +
Recomende esta matria pelo WhatsApp

Quem apoia o Futebol Mogiano


Futebol Café Gerenciador online de campeonatos

Instagram Futebol Mogiano

Veja mais fotos em nosso Instagram www.instagram.com/futebolmogiano