Futebol, Amizade e Humildade


Futebol, Amizade e Humildade


Recebemos mais um importante convidado nesta semana para nossa entrevista para o site Futebol Mogiano e nossa conversa foi com Severino Silvestre. Falando pelo nome acho que poucos conhecem mas pelo apelido, Pombo, todos já sabem de quem estamos falando. Nascido em 1973 em João Pessoa na Paraíba, Pombo veio para Mogi em 1989 morar no distrito de Brás Cubas, onde vive até hoje.

Seu interesse pelo futebol começou quando?
O gosto veio de pai para filho, dos 9 filhos de minha família apenas eu segui o mesmo gosto de meu pai, Monfredo Silvestre, que hoje está com 82 anos. Somos em  6 homens e 3 mulheres e apenas eu acabei seguindo meu pai que tem em seu sítio um campo de futebol que cede para jogarem nos finais de semana em João Pessoa, e tive o prazer de poder jogar no quintal de casa quando morava com ele. Vim para São Paulo por entusiasmo de conhecer uma grande cidade e acabei gostando, gostei da correria daqui, não consigo mais viver lá, sempre que posso trago minha família.

Como surgiu o Humildade?
Começamos como um grupo de amigos jogando futebol society no Cabana toda semana, colocamos o nome de Aeroporto Futebol Clube, nome que ficou por aproximadamente 2 anos e depois eu e o Edson decidimos mudar e colocamos o nome de Humildade Futebol Clube. Decidimos também jogar futebol de campo mas nunca tivemos o interesse de participar de campeonatos, jogamos apenas pelo prazer de jogar futebol.

Como funciona o Humildade FC?
Jogamos apenas amistosos, toda semana temos um time diferente, é muito difícil repetirmos times durante o ano todo. Jogamos aos domingos de manhã no campo do São Francisco contra times de São Paulo e de outras regiões, times que até já jogaram a Copa Kaiser. Já recebemos os times do Botafogo de Guaianases, Santa Cruz de Poá, Bahia de São Miguel Paulista, Folha Preta também de Guaianases, Cruzeirinho do Itaim Paulista e também o Flamenguinho do Itaim. Procuramos sempre manter o respeito, jogar apenas futebol, sem palavrões.

Quem mais te ajuda no Humildade?
Temos várias pessoas de grande importância e nossa diretoria é formada pelo Vaguinho, Edson, Adriano, Dair, Teves, Schimdt, Cris, Careca, Cleber, Tietê, Vagner, o Dú do São Francisco e o Paulo do Vila Estação. Temos por volta de 19 atletas que jogam todo domingo, eu sou o presidente e o Edson fica como técnico, mas quando ele fica filmando eu acabo assumindo esta função também.

Antes de jogar no campo do São Francisco por onde vocês jogaram?
Começamos a jogar no campo do Hospital das Clínicas em Suzano e por ter que ser um jogo um pouco mais calmo, sem muita bagunça, acabamos pegando esta característica de ter mais respeito, ter mais disciplina. Jogamos também na Ibar e por um ano e meio no campo do Tietê. Viemos para o campo do São Francisco em 2015.

Qual foi o melhor momento do Humildade?
Nosso melhor momento foi em 2010, ficamos o período de 11 meses e 18 dias invictos. Agora também temos muito bons jogadores, acho que o melhor nosso atualmente seja o Tchê. Dos jogos acho que um dos mais importantes foi um que ganhamos por 2 a 1 do Cruzeirinho em 2010, eles tinham um time muito bom, 2 atletas deles eram profissionais do São Caetano. Em 2014 passamos por um período um pouco difícil quando perdemos uns 3 a 4 jogos seguidos. Temos dois jogos que consideramos os mais importantes do ano, que são o de aniversário em março e o de confraternização no final do ano em dezembro.

Planos para o futuro?
Tive o grande prazer de poder ajudar o Dú na reforma do gramado do campo do São Francisco e quero poder ajudar a melhorar muito mais lá. Quero muito que o time se mantenha, estamos já à 13 anos jogando e queremos continuar por muito mais tempo. Somos um time que não tem títulos mas todos os jogos para nós são como se fossem uma grande decisão.

Emerson Oliveira Por: Emerson Oliveira (FutebolMogiano.Com.br)
Em 13/05/2016

Quem apoia o Futebol Mogiano


Futebol Café Gerenciador de campeonatos de futebol